Posts Tagged ‘Ciclo da Mandioca’

Paleografia: a arte de decifar – abertura

31 agosto, 2008

Seminário promovido pelo Arquivo do Estado de São Paulo e realizado em 28 e 29/08/2008.

Este post é um pequeno resumo sobre o assunto tratado durante esse seminário que participei como ouvinte.

“Pela etimologia da palavra, tem-se de imediato o seu significado: paleo = antigo; graphein = escrever. Paleografia é, portanto, escrita antiga, ou seja, estudo da escrita antiga.” (MENDES 2008:17).

Documentos e história que a história não conta

Prof.ª Maria Helena Ochi Flexor (UCSAL)

A prof.ª Maria Helena começa sua palestra explicando as dificuldades que os arquivos enfrentam em seu cotidiano com a falta de verba e o descaso dos órgãos governamentais no tocante a investimentos para conservação desses documentos históricos.

O foco de seu relato foi sobre os erros de transcrições em documentos, os quais ocasionaram um desvio na história do Brasil. Essas leituras são feitas por paleógrafos, pesquisadores etc. Também alerta aos pesquisadores que estejam atentos aos documentos e tenham o cuidado de seguir as pistas que um documento oferece. Ir atrás dessas pistas é fundamental para que não haja erro de interpretação. Na verdade ela deixa bem claro que não é para transcrever e interpretar o documento. O historiador deve ater-se a escrever exatamente o que está no documento. Por isso é fundamental que o pesquisador vá em busca de outros documentos que completem a informação.

Atualmente, grande parte de nossa história deve ser questionada, pois foi escrita por interpretações unilaterais. A releitura recente de muitos documentos mostra um Brasil completamente diferente do que lemos em nossos livros de História do Brasil. Foram vários os exemplos que a citada professora nos mostrou durante sua explanação. Sua preocupação maior é a deterioração desses documentos antes de uma leitura que revele a nossa verdadeira história, a qual, segundo ela, deve ser reescrita.

Curiosidades:

1.ª – Você sabia que no Brasil, durante o ciclo do ouro, havia grandes plantações e engenhos de farinha de mandioca? E que em algumas ocasiões o quilo da mandioca custava mais que o quilo do ouro? Essa é uma de nossas histórias não reveladas.

2.ª – Existem documentos que relatam a força da mulher na política. Na época das bandeiras e do ciclo do ouro, enquanto seus maridos partiam para essas expedições, elas assumiam o lugar de chefe de família e enfrentavam o governador em defesa de seus direitos.

E assim, a professora foi relatando diversos fatos que não estão em nossos livros. Depois ela mostra, também, os desvios de transcrição dos manuscritos da colônia e que são fontes para pesquisa atualmente.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 119 outros seguidores