Ensinar a preservar

O Patrimônio Histórico de nossa nação é diverso. Nossa Constituição define patrimônio assim: “É patrimônio cultural e ambiental, o conjunto dos elementos históricos, arquitetônicos, ambientais, paleontológicos, arqueológicos, ecológicos e científicos, para os quais se reconhecem valores que identificam e perpetuam a memória e referenciais do modo de vida e identidade social.” No acervo (termo usado para designar o conjunto de bens que integram o patrimônio de uma nação, instituição ou indivíduo) de nosso país, temos desde pequenos brinquedos e até grandes construções, e até mesmo cidades (Ouro Preto, por exemplo). Cada um expressa e conta um pouquinho de nossa história. Distribuído por este imenso Brasil, encontramos lugares que abrigam acervos preciosos, tais como museus, casas de cultura, etc. Temos também as grandes construções, os monumentos, fazendas antigas e até pequenas casas; alguns já foram tombados pelo Patrimônio Histórico, outros deverão ser no futuro. Esses acervos são como um álbum de família. Se não olharmos de vez em quando, esqueceremos as fisionomias dos familiares mais antigos, daqueles que não vemos à muito tempo ou já se foram. Perderemos a lembrança dos momentos mais importantes de nossas vidas e quem estava lá conosco. Os álbuns e filmes caseiros são todos históricos, pois contam o cotidiano desse imenso Brasil.

Nesse post quero abrir um bate papo sobre ‘Como ensinar nossas crianças a ter um olhar especial para a preservação e conservação do patrimônio histórico? Como um educador pode contribuir para acrescentar mais esse conhecimento a nossas crianças?”

Peço que comente sobre o assunto para que esta conversa de bons frutos e enriqueça a educação brasileira, sua participação é muito importante.

Elisa Mello kerr

Anúncios

Tags: ,

3 Respostas to “Ensinar a preservar”

  1. CEAM - Encadernação Básica e Clássica « art|educando Says:

    […] Ensinar a Preservar […]

  2. jarbas Says:

    Alô Elisa,

    E o seu blogue continua cada vez melhor. Quem diria… Sinto-me um pouco culpado por essa sua viagem pros lado de Reggio Emilia. Parece que fui eu o primeiro a indicar para vocês a experiência famosa da também famosa cidade italiana. Pra alguma coisa servem aulas de filosofia. Espero mais artes suas no blog.

    Pedido. Acabo de confirmar as duas primeiras correspondentes do Boteco Escola. Miriam é de Campinas. Andrea, de Cataguases. Acho que ambas têm muito a nos ensinar e incentivar. Mas é bom dar boas vindas a essas amigas da blogosfera. Era bom que cada uma de vocês + o Fabiano entrassem no post Correspondentes e escrevessem algo simpático para elas a título de boas vindas. Não sei se poderei passar este recado para todos vocês. Assim, se você puder espalhar a notícia, ficarei agradecido. Abraço,

    Jarbas

  3. Elisa Kerr Says:

    mamis,
    q onra ecrev pah vc!!!
    amori qro dise q seu blogggg ta d+d+, continue assim q vai c mui visitado…

    quero uma fotinhuuuu minha! em!!!

    beijos
    sofis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: