Posts Tagged ‘Artesanato’

Amadurecendo com o portfólio

21 fevereiro, 2009

O portfólio  é um amadurecimento do educador, juntamente com seu educando. É importante compreendê-lo aos poucos, para que faça sentido tanto na vida do educador, quanto na do estudante. É preciso lembrar que o educando está num processo de aprendizagem e o portfólio é mais um elemento a ser ensinado e, portanto, precisa fazer sentido na vida dele.

Se essa premissa não for respeitada, a  escola corre o risco de implementar o portfólio no “fazê-lo por fazer.” O professor terá que preencher um montão de fichas para o portfólio e  o aluno terá uma pasta preta para colocar seus trabalhos.  Não haverá a compreensão de acompanhamento de um processo de aprendizagem ou da evolução de seu crescimento intelectual. Será apenas uma pasta, ou mais trabalhos em vão. Eu demorei três anos para entender e aplicar esse instrumento  em sua totalidade e compreender seus efeitos na vida  do educando e no cotidiano escolar. Segue, abaixo, um relato do meu amadurecimento.

Quando me matriculei na disciplina Prática de Ensino (2005), foi que  me dediquei mais à avaliação escolar. Essa disciplina é ministrada pela professora Dinéia Hypolitto -Mestre em Educação pela PUC-SP, especialista em Avaliação pela UNB – DF  e docente da Universidade São Judas Tadeu. Acho que ela me contaminou com o assunto. Li diversos autores e fiquei admirada com a riqueza do tema e também com as dificuldades na aplicação. Na teoria parece tudo tão fácil e lógico, mas quando enfrentamos a diversidade da sala de aula e nos deparamos com a realidade brasileira tendemos a achar que tudo isso não é possível. E foi por meio dela, também, que conhecei a me interessar por portfólio.

Quando fui trabalhar com pessoas com necessidades educativas especiais (meado de 2005), compreendi melhor a importância desse instrumento de avaliação no acompanhamento do processo de aprendizagem do aluno. O meu primeiro TCC só foi possível porque registrei tudo que ocorreu dentro da sala de aula. Filmei, fotografei, documentei seus comentários entre eles, as dúvidas, as atividades etc. Esses registros foram guardados numa pasta catálogo, à minha maneira. Em meu caso, o uso do portfólio foi um processo de aprendizagem pessoal, em conjunto com a necessidade de realizar um trabalho mais humanizado. Nessa escola, a coordenadora de 5ª a 8ª série da EJA – profª Dinéia Hypolitto já havia implantado o portfolio do aluno (aquele em que o próprio aluno escolhe suas melhores produções e elaboram suas capas) com as atividades realizadas em aula. Esse portfólio é mais um instrumento de avaliação que proporciona aos meios de acompanhar o processo de aprendizagem do aluno. E o aluno, com esse portfólio, acompanha sua evolução nesse processo.

No ano seguinte (2006), passei a dar aulas, na mesma escola, também para 1ª e 4ª série da  EJA  e nesse mesmo ano a  coordenadora d, Prof.ª Neuza da Costa Souza, também aderiu ao portfólio de aprendizagem para a escola (pasta preta para armazenar diversas informações importantes para a escola, o aluno não deve ter acesso a ele).  Foi nessa nova etapa que entendi a relevância da uniformidade de tais fichas para os professores e para a instituição escolar. É bom que se utilize a mesma linguagem nesses registros, apesar das individualidades existentes entre cada aluno e das diferenças entre cada sala de aula. Esse é o que chamamos de portfólio de aprendizagem, onde o professor pode, detalhadamente, registrar os avanços e dificuldades do aluno.

Até esse momento, eu não havia valorizado todos os aspectos do portfólio; somente quando cursei a disciplina Avaliação (2007), também ministrada pela professora Dinéia, pude compreender o portfólio como um todo. Foi nesse momento que entendi, também,  a importância da capa do portfólio ter a carinha do aluno. Também entendi que o aluno só vai valorizar esse aspecto se eu, a professora, também acreditar nisso.

Publiquei,  dias atrás, alguns exemplos de capas de portfólios elaboradas pelos(as) alunos(as) do 1.º ano do curso de Pedagogia – 2008 da USJT, para a disciplina Fundamentos da Educação Infantil, ministrada pela professora Dinéia Hypolitto. Cada uma mais linda que a outra! Vale a pena ver e incentivar seu aluno a criar uma linda capa para o portfílo dele.


Anúncios

Mosaico com casca de ovo

15 outubro, 2008

Vou sugerir, hoje, um mosaico com casca de ovo. É lindo e envolve muitas habilidades para sua execução. Assista ao vídeo e depois comente sobre o que achou!

Mosaico é um trabalho muito bom a ser realizado com crianças a partir dos cinco anos. Pode desenvolver no educando a visão espacial, a motricidade, a concentração, a elaboração da imagem e também a importância da continuidade dos trabalhos. Tudo na vida tem continuidade, e podemos ensinar as crianças a refletir e reconstruir seus trabalhos. Mas para isso elas têm que entender que podem retomar a atividade na próxima aula. Isso contribui para que a criança pense melhor no que está executando; e o educador, agindo assim, proporcionará a esse pequeno artista o tempo necessário para mudar ou mesmo para confirmar sua idéia inicial. Se a criança executa trabalhos que a forcem a continuar posteriormente, ela aprenderá, na prática, a concentrar-se, a esperar e a respeitar o tempo de cada um.

É por isso que gosto de trabalhar com pequenos projetos; assim as crianças aprendem a ajudar umas às outras, a repensar, a esperar e refazer seus planos.

Sugiro uma visitinha ao site da profª Terezinha Bordignon sobre a história do mosaico e sua aplicação em sala de aula. Clique aqui.

Dica: Deixe a casca (branca) de molho na anilina colorida para obter cores diferentes.

CEAM – Projetos Educacionais

1 julho, 2008

No dia 25 de junho, realizou-se no Centro Educacional “Profª Alzira Altenfelder Silva Mesquita” – CEAM – uma confraternização do encerramento do primeiro semestre. São vários os projetos educacionais abertos à comunidade que funcionam sob a coordenação geral do Diretor do Centro de Extensão – Fernando Ferrari Duch. Esses projetos se realizam em dias e horários diversos e, apesar de estarmos no mesmo ambiente, os projetos se distribuem pelas várias salas de aula do campus da Universidade São Judas Tadeu.

Essa confraternização é realizada justamente para integração de todos os participantes, professores e coordenadores envolvidos nesses projetos.

Os projetos foram apresentados por alunos (monitores) dos cursos de Formação de Professores e Pedagogia.

A Arte de Encadernar

O projeto tem por objetivo capacitar os participantes na arte da encadernação de livros, com princípios de conservação cultural. Foi ministrado por Elisa Kerr.

Reflexões do Cotidiano

É direcionado aos alunos do ensino médio. Desenvolve nos participantes o estilo reflexivo ao analisar temas do cotidiano. Parabéns, Mª Julieta Bertazzi, por esse trabalho tão importante junto aos nossos jovens.

Dança Circular

Quanta leveza e graça esses alunos nos transmitiram ao dançar!

Parabéns, Tatiana L. Pricoli e Alan José da Silva com as danças circulares, as quais têm se destacado muito.

Mãos que Criam

O projeto é especial, pois os alunos estão criando peças de decoração lindas. Vocês precisam ver o que os alunos fizeram – mosaicos, biscuit e decoupage. Parabéns, Verônica Araujo Castilho pelo belíssimo trabalho realizado com seus alunos.

Saberes e Sabores

É literalmente o mais gostoso! Todas as suas apresentações trazem guloseimas deliciosas para degustarmos e, conseqüentemente, aprovarmos o projeto. Os quitutes são feitos pelos próprios participantes, que fazem isso com muito carinho e dedicação. Parabéns, Marissol Richter e Alain Tamine .

Os projetos acima foram coordenados pelos professores Dinéia Hypolitto e Ubajára S. Oliveira, dos cursos de Formação de Professores e Pedagogia.

Alfabetização Digital

Puxa! Que bonito ver as pessoas em busca de seu aprimoramento, reconhecer suas dificuldades perante a tecnologia e superar esses desafios! Parabéns, prof.ª Elaine C. Gallo e às coordenadoras prof.ª Neusa S. Costa e Zenaide Caciare Pereira, dos cursos de Formação de Professores e Pedagogia.

Quero parabenizar todos os participantes dos projetos, pois vocês são a razão de ser do CEAM.

Outros projetos, os quais não mencionei, devido estarem encerrando apenas no final do segundo semestre, vale a pena conferir no site USJT .

Caso queira maiores informações, entrar em contato com a secretária do CEAM – Mª Tereza K. Uehara , pelo telefone (11) 2799-1922.

Confira algumas das fotos da entrega dos atestados, no dia 27 de junho, dos participantes que concluiram os projetos do primeiro semestre/2008 do CEAM.

Parte da equipe do CEAM

Mosaico, artesanato sustentável

9 agosto, 2007

Mosaico, em papel, feito pelos alunosTrabalhar em EJA, no CAAM-USJT, nos exige um enfoque diferenciado. Além de promover a aprendizagem dos alunos, temos que propor a eles trabalhos que possibilitem: a concentração, estética, melhora da motricidade fina. Como, também, oferecer a possibilidade de aumentar a renda familiar, aprendendo a fazer artesanato.

Por isso, propus aos alunos, da quarta série, que aprendessem a fazer mosaico. Essa arte é muito utilizada atualmente em decoração de caixas, bandejas etc. Assim eles podem usufruir dos benefícios que o artesanato sustentável oferece.

b_m_trio-horizontal_2_400.jpgAntes mesmo de trabalharmos com fragmentos de azulejos, aprendemos a trabalhar com papéis cortados. Desta forma puderam entender melhor as técnicas dessa arte.

b_m_trio_n_s_mj_100.jpgO mosaico é uma arte que remonta desde a antiguidade; o primeiro mosaico data de 2500 a.C. Mas deixarei essa história para ser contada por meus colegas que já se preocuparam em registrá-la. Como é o caso do Grupo Mosaico Carioca, que dá dicas importantíssimas para quem deseja se aprimorar nessa arte. Temos também a artesã Ana Luiza Damasceno, que nos ensina, de forma simples e clara, o passo-a-passo de como se faz um mosaico.

Veja, também, como trabalhar essa técnica com crianças na na sala de aula. Clique em Mosaico e confira uma atividades que fiz com meu filho.